15 ideias de negócios lucrativos e baixo investimento para 2019

Se você deseja abrir um negócio próprio e se tornar um empreendedor de sucesso e por isso está à procura de uma alternativa de negócio lucrativo, que exige pouco investimento e que seja capaz de proporcionar a possibilidade de trabalhar em casa, ser seu próprio chefe, trabalhar com o que gosta e ainda garantir uma renda maior e ter mais tempo para lazer? Então podemos te ajudar!

Isso porque atualmente existem várias opções de negócios lucrativos de nichos distintos que podem ser compatíveis com suas habilidades, conhecimentos ou talentos e que podem gerar ganhos significativos para novos empreendedores, ou até mesmo para aqueles que buscam reorganizar suas atividades para que alcance seus objetivos.

Para ajudar nesta difícil decisão a equipe do Oportunidades Profissionais reuniu neste artigo 16 ideias de negócios lucrativos para 2019 com opções de nichos para você empreendedor, novo no mercado, escolher se investe na prestação de serviços ou na fabricação e venda de produtos de maneira inteligente para que conquiste sua independência financeira e se torne seu próprio chefe.

8 ideias de negócios para prestação de serviços

A prestação de serviços geralmente exige uma estrutura menor, onde dependendo do caso, o prestador de serviço utiliza apenas o seu conhecimento na área para realizar uma atividade oferecida e contratada mediante a remuneração do cliente.

Ou seja, está opção de modelo de negócio exige que o empreendedor possua habilidades, conhecimentos e/ou talentos específicos para atuar na área escolhida.

A seguir você irá encontrar 8 opções de ideias de negócios para prestação de serviços que são tendência de mercado para este ano com oportunidade de crescimento.

1 – Serviços digitais

O marcado digital cresce constantemente, o que acaba gerando diversas possibilidades de atuação no mercado. Deste modo, o empreendedor que oferece serviços capazes de atrair clientes, conseguir engajamento ou alcançar um posicionamento online tem encontrado muitas oportunidades no mercado atual.

Exemplos: criação de site e/ou blog, produção de conteúdo, otimização para mecanismos de busca (SEO), definição de personas, gestão de mídias sociais, análise de métricas, newsletter, marketing interativo e muitas outras opções.

2 – Dropshipping

Dropshipping é um serviço que funciona como um modelo de gestão de logística onde o empreendedor precisa apenas criar uma loja virtual ou plataforma do tipo marketplace, para vender seus produtos, a diferença de uma loja virtual comum é que o empreendedor não precisará de possuir um estoque físico dos produtos para disponibilizá-los para venda.

Isso acontece porque no Dropshipping o empreendedor atua como intermediário entre o fornecedor e o consumidor final, como é feito pelo site AliExpress. Portanto, a compra dos produtos é feito somente a partir do momento que o cliente compra os itens por encomenda.

Exemplos: AliExpress, Amazon, Americanas e muitas outras.

3 – Freelancer online

O profissional autônomo que atua trabalhando de maneira independente prestando serviços diversos para pessoas físicas ou empresas por determinados períodos de tempo por meio da internet é intitulado freelancer online. Este nicho de atuação é bem amplo e o profissional pode investir em demandas esporádicas ou profissionalizar o negócio e habilitá-lo para emitir notas fiscais.

Exemplos: assistente virtual, redator, revisor, planejador de pautas, designer gráfico, tradutor, editor de vídeos, desenvolvedor e muitos outros.

4 – Freelancer

Assim como o profissional freelancer online, o freelancer  é o profissional autônomo que atua trabalhando de maneira independente prestando serviços diversos para pessoas físicas ou empresas por determinados períodos de tempo, entretanto por meio de trabalhos físicos.

Exemplos: fotógrafo, músico, pintor, eletricista, encanador, marido de aluguel, babá, diarista, cuidador de pet, costureira e outros.

5 – Manutenção e conserto

O profissional que atua fazendo manutenção e consertos de eletrodomésticos, equipamentos eletrônicos ou elétricos deve realizar diagnóstico, instalação e manutenção preventiva e corretiva de sistemas, máquinas e equipamentos, conforme os procedimentos definidos pelas normas técnicas de funcionamento de cada equipamento específico.

Exemplos: eletrodomésticos, computadores e notebooks, smartphones e tablets, aparelhos elétricos, veículo automotor, bicicletas e outros.

6- Aula particular

A busca por aulas particulares tem se tornado, a cada dia, uma ação muito comum entre os brasileiros que buscam desenvolver uma habilidade, ou mais, específica. Deste modo muito profissionais que se tornaram com os anos, verdadeiros especialistas nas suas áreas de atuação tem encontrado na aula particular uma possibilidade de profissão alternativa.

Exemplos: dança, natação, idiomas, cursinhos para concurso, matérias especificas, reforço escolar e outras.

7 – Beleza e estética

O setor de beleza e estética é um mercado em constante alta e por esse motivo é um dos mais promissores para os profissionais com conhecimentos na área empreender. E assim sendo, a abertura de novos negócios do nicho deste segmento normalmente é muito bem aparada pelo público-alvo.

Além disso esse nicho possibilita que o profissional inicie seu negócio oferecendo seus serviços na sua própria casa ou até na casa do próprio cliente, o que reduz os custos iniciais com investimento em local físico e/ou parceiros.

Exemplos: manicure e pedicure, cabeleireiro, massagista, maquiador, design de sobrancelhas, depilador, esteticista e muitos outros.

Um curso de manicure e pedicure online pode ser uma excelente maneira de iniciar.

8 – Economia Colaborativa

Economia Colaborativa é um nicho de mercado que investe em locação de objetos e espaços, onde o empreendimento tem como objetivo manter uma relação de troca, que garanta benefícios tanto para quem oferece o produto e serviço quanto para quem os usa. Deste modo, o empreendedor deve buscar oferecer serviços de aluguel de produtos que ajudem as pessoas a encontrar soluções rápidas e práticas para seus problemas.

Exemplos: Locação de objetos diversos como malas de viagem, ferramentas ou até mesmo espaços compartilhados para trabalho ou eventos estão entre as várias opções disponíveis no mercado.

7 ideias de negócios para venda de produtos

Trabalhar com um negócio de vendas de produtos físicos, mesmo em estruturas digital, normalmente exige uma estrutura maior, pois o empreendedor precisará de um espaço para o armazenamento e estoque dos produtos que serão vendidos. Agora quanto se trata de vendas de produtos digitais  essa realidade muda, pois normalmente este tipo específico de produtos não exige muito espaço para armazenamento.

A seguir você irá encontrar 7 opções de ideias de negócios para venda de produtos que são tendência de mercado para este ano e que tem uma grande chance de crescimento no mercado.

1 – Alimentação alternativa

Alimentação alternativa é um nicho do mercado de venda de produtos que visa oferecer produtos customizados, buscando atender as necessidades e as restrições alimentares dos consumidores de maneira mais ampla, para proporcionar produtos artesanais, diferenciados e de qualidade.

Por isso além de habilidades e conhecimentos específicos está modalidade de negócio exige que o empreendedor tenha talento culinário ou conhecimento sobre nutrição, afinal de contas, o setor gastronômico é bem amplo e abrangente.

Exemplos: Alimentação saudável, confeitaria, alimentos congelados, aperitivos para festa, sobremesa gourmet, comida fitness, comida vegetariana e vegana,  cozinha internacional e muitos outros.

2 – Brindes e lembrancinhas personalizadas

O nicho de brindes personalizados e lembrancinhas de eventos é uma opção muito boa para aqueles empreendedores que procuram ser donos de um negócio próprio rentável, pois esse é um nicho do mercado de comercialização em constante expansão porque tem foco disperso para atender as diferentes necessidades de diferentes consumidores.

A demanda por produtos customizados continua crescendo muito no mercado, tanto para o setor corporativo que sempre investe muito no nicho para realizar campanhas promocionais com distribuição de brindes, quanto para clientes finais que buscam cada vez mais produtos customizados que foram feitos com exclusividade para atendê-los.

Exemplos: brindes sustentáveis, para animais de estimação, tecnológicos e outros. Além de lembranças de casamento, aniversario, formatura, batizado e para outros eventos simbólicos e comemorativos.

3 – Loja virtual

Atualmente a opção de loja virtual anda muito em alta no Brasil, principalmente pelas facilidades encontras na possibilidade de vincular vendas em redes sociais. Apesar de se tratar de uma opção comum a loja virtual é um mercado que envolve muito dinheiro e que permanece em alta sem perspectiva de se tornar saturado.

Ou seja, montar uma loja virtual se tornou um negócio muito lucrativo e que exige pouco investimento, se comparado com a estrutura necessária para montar uma loja tradicional. Vale ressaltar que como trata-se de um nicho em alta a concorrência também pode ser número, então é imprescindível ter foco e escolher um segmento específico.

Exemplos: roupas e acessórios femininos, lingerie, bijuterias, cosméticos, sapatos e bolsas, moda fitness, utensílios domésticos, pet e muitos outros

4 – Importação de produtos

O negócio de importar para revender é uma opção bem interessante para aquele empreendedores que tem foco em um negócio pequeno mas lucrativo, pois produtos importados costumam ser de alta qualidade e serem vendidos com uma boa margem de lucro.

Então, esse tipo de negócio costuma exigir pouco investimento e um retorno rápido. Além de muito estudo, é claro, pois para conseguir revender o empreendedor precisará descobrir como importar os produtos sem pagar impostos altos, para valer a pena.

Exemplos: bolsas, calçados femininos, maquiagem, cosméticos, perfumes, óculos, relógios, roupas de marca, tênis, bonés, acessórios para smartphones, brinquedos, games e muitos outros.

5 – Programas de afiliados

A venda de produtos por meio de programa de afiliados, assim como a venda de infoprodutos, também exige que o empreendedor atue vendendo produtos digitais, não tangíveis, mas neste caso trata-se de produtos que não foram produzidos pelo mesmo.

Deste moto o empreendedor dedica um espaço na sua plataforma online para venda de produtos digitais de terceiros ao seu público e em troca recebe comissões pelas vendas.

Atualmente o nicho de programa de afiliados apesar de ser um modelo economicamente viável e livre de riscos para os empreendedores que trabalham por meio da internet, ainda é um mercado pouco explorado no Brasil.

Exemplos: Comercialização de cursos, treinamentos, assinaturas e outros serviços e produtos de grandes empresas como Amazon, Polishop, Ponto Frio e muitas outras.

Temos um artigo que ensina como começar a trabalhar como afiliado de produtos digitais na internet, é um bom começo.

6 – Produtos artesanais

Os empreendedores que possuem talento e/ou criatividade para desenvolver e vender produtos artesanais, podem conquistar sucesso e lucratividade exatamente pelo diferencial de trabalhar oferecendo produtos únicos e exclusivos, pois artigos feitos à mão são altamente valorizados.

Exemplos: vasos, quadros, pinturas, sabonetes, cremes caseiros, cestas de presentes, cestas de café da manhã, bijuterias, artigos de decoração para festa e muitos outros.

7 – Revendedor de produtos

A revenda de produtos é uma vertente bem abrangente pois possibilita que o empreendedor represente comercialmente quantas empresas e marcas forem condizentes com seu público alvo. Ou seja, o empreendedor pode representar mais de uma marca para revender produtos diversos, esse tipo de nicho normalmente é mais aplicado para venda de cosméticos .

Se tornar um revendedor é uma excelente opção de negócio para pessoas que possuem muitos contatos, pois além de exigir um investimento baixo, somente com divulgação, ainda conta com baixo risco de perda.

Exemplos: Avon, Natura, O Boticário, Mary Kay, Abelha Rainha, Jequiti, Racco, Eudora, Forever Liss, Joico e  muitas outras marcas e produtos.

Algumas delas estão disponíveis também em formato de franquias, temos um guia bem completo aqui no Oportunidades Profissionais, como diversas opções de franquias baratas e lucrativas para investir.

Dicas para começar a montar seu negócio

Antes de começar a colocar a ideia de negócio mais viável e condizente com suas habilidades, competências e talentos em prática é muito importante primeiro avaliar todos os aspectos do nicho de negócio, pois é necessário saber tudo sobre o segmento selecionando. Pois para que o negócio dê certo o empreendedor também precisará de um bom planejamento.

Afinal de contas montar um negócio de sucesso requer conhecimentos sobre todos os problemas que podem ser enfrentados pelo público alvo que o empreendedor deseja atingir, isso é importante para que seja possível contar uma solução acessível para atendê-los devidamente. Além do mais é imprescindível otimizar o investimento para conquistar um negócio lucrativo.

Deste modo é vital que o empreendedor primeiramente busque informações detalhadas sobre o ramo de atuação, os produtos e serviços que serão oferecidos, os clientes, os concorrentes, os fornecedores e os pontos fortes e fracos do negócio, pois é indispensável estudar e planejar bem cada etapa antes de iniciar a execução do seu empreendimento.

Lembrando que é muito importante focar em negócios que visam solucionar problemas enfrentados pelos consumidores, uma vez que tendem a ser mais lucrativos.

Agora basta montar um plano de negócio bem estruturado com metas e estratégias bem definidas para que o mesmo seja capaz de auxilia-lo na idealização e gestão do seu negócio para torná-lo viável, sustentável e principalmente lucrativo.

16 ideias de negócios lucrativos para 2019

Oportunidades Profissionais te deseja sorte e sugere que você leia os demais textos do site para garantir sucesso no desenvolvimento do seu negócio e está aberto a responder todas as suas dúvidas sobre o artigo, nos comentários abaixo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.