Pular para o conteúdo

Como abrir um MEI pela internet: Guia Atualizado 2024

Descubra como abrir um MEI pela Internet de maneira totalmente gratuita e descomplicada. Além de ter acesso a dicas e estratégias para se dar bem nos negócios.

Anúncios

Se você está pensando em começar o seu próprio negócio ou já é um trabalhador autônomo em busca de formalização, abrir um Microempreendedor Individual (MEI) pode ser uma excelente opção. 

O MEI é uma modalidade empresarial simplificada, criada pelo governo brasileiro, que permite a formalização de pequenos negócios de forma rápida, fácil e com custo zero. 

Portanto, para te ajudar nessa primeira etapa de formalização, desenvolvemos este guia onde vamos te ensinar a abrir o seu MEI pela internet, com um passo a passo completo e descomplicado. Faça uma ótima leitura!

Anúncios

Leia também:

Como abrir um MEI pela internet: Guia Atualizado 2024

O que é mei

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, uma categoria jurídica criada para formalizar trabalhadores autônomos que faturam até R$81.000,00 por ano. 

Ser um MEI traz uma série de benefícios, como a emissão de notas fiscais, acesso a direitos previdenciários, como aposentadoria por idade e auxílio-doença, e facilidades para obtenção de crédito e abertura de conta bancária empresarial.

Quem pode ser mei

Para se tornar um MEI, é necessário atender a alguns requisitos básicos, tais como:

Entre no nosso grupo do WhatsApp.
  • Faturar até R$ 81.000,00 por ano (R$ 6.750,00 por mês)
  • Não ser sócio, titular ou administrador de outra empresa
  • Exercer uma das atividades permitidas pela categoria do MEI, que incluem mais de 400 opções, como comércio, prestação de serviços e produção de bens

Como abrir um MEI pela internet?

Agora que você já sabe o que é e quem pode ser MEI, vamos ao passo a passo para abrir o seu MEI pela internet:

1ª Etapa

Para começar, acesse o Portal do Empreendedor através do site https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor. Neste portal você encontrará todas as informações e detalhes sobre a abertura e formalização do seu negócio. 

2ª Etapa

Já no Portal do Empreendedor, clique no card à esquerda “Quero ser MEI”, faça login com sua conta gov.br e selecione para permitir o acesso aos seus dados.

3ª Etapa

Após permitir o acesso e conferir as informações, será enviado um código de verificação para o seu celular. Informe esse código no campo indicado para confirmar sua identidade e dar continuidade ao processo de formalização.

4ª Etapa

Chegou a hora de escolher o nome fantasia e a atividade econômica principal do seu negócio. 

Como atividade principal você pode selecionar uma das mais de 400 opções disponíveis, que incluem comércio, prestação de serviços e produção de bens, e se necessário, até 15 atividades secundárias.

Essas opções são definidas de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) que podem ser acessadas através do site do Governo Federal.

Atenção! O nome fantasia é aquele no qual comercialmente a sua empresa será reconhecida.

5ª Etapa

Após escolher a atividade econômica, confira todas as informações fornecidas e siga para a próxima etapa, que é a definição do CEP residencial e comercial.

Vale destacar que o endereço residencial, exclusivamente, para a categoria MEI pode ser utilizado como comercial. Portanto, não se preocupe, pode preencher com o endereço da sua própria casa.

6º Etapa

Para finalizar o processo de formalização, é importante revisar todos os dados com atenção e concluir o processo. Após, você receberá o seu Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI) e o número do CNPJ. 

Com esses documentos em mãos, você já pode emitir notas fiscais, abrir conta bancária empresarial e usufruir dos benefícios do MEI. Parabéns!

Veja abaixo algumas dicas e estratégias para garantir o sucesso do seu negócio.

Garanta o sucesso do seu negócio

Abrir um MEI pela internet é apenas o primeiro passo para o sucesso do seu negócio. Para garantir que seu empreendimento prospere, é importante investir em capacitação, planejamento e gestão eficiente. Aqui estão algumas dicas essenciais:

Separe as contas pessoais das empresariais

Uma das práticas mais importantes é manter as finanças pessoais e empresariais separadas. Isso facilita o controle dos gastos e receitas do seu negócio, evitando confusões e problemas fiscais. 

Para garantir essa organização, abra uma conta bancária empresarial exclusiva para as transações do seu MEI e evite misturar suas finanças pessoais com as do seu empreendimento.

Mantenha registros financeiros precisos

Mantenha um registro detalhado de todas as transações financeiras do seu negócio, incluindo vendas, despesas, pagamentos de impostos e receitas.

Isso ajudará a monitorar o desempenho financeiro da sua empresa e a tomar decisões mais informadas.

Planeje suas finanças

Faça um planejamento financeiro para o seu negócio, estabelecendo metas de curto e longo prazo, como aumento de vendas, redução de custos ou expansão do negócio. 

Mantenha-se atento ao fluxo de caixa e reserve uma parte dos seus lucros para eventuais emergências ou investimentos futuros.

Invista em capacitação

Busque constantemente se atualizar e adquirir novos conhecimentos. A boa notícia é que para isso você nem mesmo precisa colocar a mão no bolso, há diversos cursos gratuitos pela internet como por exemplo o do Sebrae, desenvolvido exclusivamente para novos empreendedores. 

Dessa forma, você estará se capacitando para oferecer um serviço de maior qualidade aos seus clientes e consequentemente aumentar as suas chances de sucesso.

Ofereça um atendimento excepcional

O atendimento ao cliente é essencial para o sucesso de qualquer negócio. Portanto, invista em um atendimento cordial, ágil e personalizado, buscando sempre superar as expectativas.

Assim o processo de conquista e fidelização se tornam mais simples, construindo relacionamentos sólidos e aumentando significativamente o LTV.

*LTV (Life Time Value): Projeção de lucro atribuído ao relacionamento futuro com um cliente.

Esteja atento às obrigações legais e fiscais

Por mais que o MEI seja um modelo simplificado com menos atribuições de deveres, há obrigações que precisam ser cumpridas.

Portanto, esteja sempre atento aos prazos de pagamento de impostos, declarações e outras obrigações fiscais do MEI para evitar multas e problemas com o fisco.

Atenção! Quando o faturamento da sua empresa superar o limite anual da categoria (81 mil reais), é necessário procurar o auxílio de um contador especializado, a fim de garantir uma transição segura para um novo modelo de empresa mais adequado.

Parabéns por completar o processo de abertura do seu MEI! Agora, com seu Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI) e número de CNPJ em mãos, você deu um passo importante na sua vida como empreendedor. No entanto, este é apenas o início da jornada.

Mantenha-se focado em oferecer um serviço de qualidade, entender as necessidades do seu público-alvo e se adaptar às demandas do mercado. Esteja sempre atento às oportunidades de crescimento e inovação, e não tenha medo de buscar ajuda quando necessário, seja por meio de capacitações, mentoria ou networking.

Por fim, obrigado por sempre nos acompanhar e caso queira acessar outros conteúdos assim como esse, visite nosso blog, até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *