Como colocar os dados pessoais no currículo

0
Saiba como colocar os dados pessoais no currículo. Confira as informações necessárias e quais são dispensáveis, confira exemplo para fazer o seu.

Quando se trata de fazer um currículo, muitos profissionais ficam com muitas dúvida sobre quais informações colocar ou não no documento. Afinal de contas, quais informações pessoais são indispensáveis e até mesmo dispensáveis em um currículo? E por que meus dados pessoais de identificação são importantes?

Como já afirmamos, em outros artigos do site, os recrutadores ou headhunter, como também são chamados, valorizam muito currículos concisos e relevantes, pois trata-se de um modelo que é capaz de sintetizar as informações de forma específica facilitando assim o processo de avaliação.

Sabendo destas dúvidas e da dificuldade enfrentada por muitos profissionais a redação do Oportunidades Profissionais preparou duas listas, uma com as informações que devem e outra com as que não devem ser acrescentadas no campo dados pessoais de um currículo, explicando os aspecto de como a informação deve ser disponibilizada e oferecendo ainda um exemplo prático.

Leia também: Sites de emprego [confira uma lista para buscar as melhores vagas de trabalho]

O que colocar nos dados pessoais de um currículo

O campo dados pessoais de um currículo é o primeiro tópico que deve ser acrescentado, isso porque um currículo atua como um documento que apresenta o profissional a contratante, e por isso deve primeiro exibir quem é o profissional para somente depois descrever as habilidades, qualificações profissionais e experiências.

Nome completo

Colocar o nome completo no currículo é indispensável para identificar e personificar o profissional. O profissional deve optar por colocar o nome, de preferência com destaque em uma fonte maior, no alto da página para passar uma imagem mais profissional e evidenciar o currículo.

Data de nascimento e idade

Acrescentar a data de nascimento e a idade é importante para o recrutador possa avaliar se as habilidades e qualificações do profissional estão de acordo com o seu grau de experiência e expectativas do mercado. Está informação deve ser colocada em formato de dia, mês e ano com a idade na sequência.

Estado civil

Para preencher o tópico estado civil o profissional deve ter em mente que de acordo com as leis brasileiras, juridicamente falando, existem apenas cinco tipos de estado civil (solteiro, casado, separado, divorciado e viúvo), os demais termos são utilizados coloquialmente e por isso não devem ser colocados no currículo.

Como existe uma dúvida muito comum com relação a união estável, reforçamos que a mesma é reconhecida legalmente, inclusive como entidade familiar, no entanto para preencher um documento ou algo do tipo, a situação da pessoa em relação ao matrimônio juridicamente é solteira.

Nacionalidade

Nacionalidade refere-se a informação do país de nascimento do candidato, e/ou o país no qual o mesmo tenha cidadania, e neste caso ele terá duas nacionalidades. A nacionalidade é uma informação de praxe em currículos. Então o profissional deve colocar o seu país de nascimento e/ou país onde conseguiu cidadania.

Endereço

O endereço é um dado que costuma ser eliminatório em um processo de seleção de currículo, pois proporciona que a contratante avalie o custo benefício em cogitar contratar um profissional, levando em conta também aspectos como função, remuneração e verba para deslocamento.

Assim sendo é de suma importância que o candidato coloque o seu endereço completo no currículo, com rua, número e/ou apartamento, bairro e cidade. Com ressalva apenas para a dispensabilidade em colocar o CEP.

Contatos

Colocar dados de contato é crucial para que a empresa entre em contato com o profissional para tirar dúvidas e/ou convidá-lo para participar de uma entrevista ou processo seletivo. Sendo assim, o recomendado é colocar um número do telefone fixo, um telefone celular e um endereço de e-mail profissional.

Quanto a informação de endereço de e-mail, é muito importante que o profissional utilize um e-mail formal, ou seja que não possua apelidos, gírias ou informações pejorativas. Recomendamos que o endereço de e-mail preferencialmente possua apenas o nome do candidato.

Perfil do LinkedIn com link

Como atualmente é muito comum o envio do currículo por e-mail, colocar um link do perfil do LinkedIn torna mais simples para o recrutador visualizar as informações e se conectar ao profissional na rede social.

Se você ainda não tem um perfil nesta rede social, voltada para contatos profissionais, recomendamos que faça, pois é uma excelente ferramenta de networking.

Leia também: Quantas páginas deve ter um currículo [confira o tamanho ideal]

O que você NÃO deve colocar nos dados pessoais do currículo

Além de saber o que colocar no campo dados pessoais do currículo também é muito válido saber o que não colocar, pois saber organizar as informações que realmente vão colaborar para a avaliação do seu currículo é extremamente valioso para o sucesso da candidatura.

Foto

A inclusão de uma foto no currículo só é válido quando a descrição da vaga fizer esta exigência, e quando for o caso, opte por utilizar uma foto profissional, ou seja onde o candidato esteja com roupas condizentes com a política da empresa e cargo para qual está se candidatando.

Número de documentos pessoais

Incluir números de documentos em currículos é totalmente dispensável, pois estes dados são utilizados somente no momento da contratação, ou seja no fim do processo de seleção quando a empresa irá solicitar que o candidato providencie tais documentos.

Pretensão salarial

Quanto a informação de pretensão salarial no currículo o recomendado é colocar somente em casos nos quais for solicitado, normalmente na descrição da vaga, caso contrário os candidatos devem deixar assuntos relacionados a remuneração para serem discutidos durante a entrevista de emprego.

Contatos de referência

Contato de referência parte do pressuposto de passar para a empresa contratante o contato de um outro profissional que já trabalhou com o candidato para que o mesmo confirme suas qualificações para a posição.

Assim sendo não existe nenhuma motivação plausível para disponibilizar um contato de outro profissional sem a solicitação da empresa contratante.

Em casos onde a empresa solicitar um contato de referência, após a primeira entrevista, o profissional deve passar o contato de um profissional que autorizou previamente disponibilizar seu contato para este fim, pois caso contrário o mesmo poderá prejudicar sua candidatura.

Leia também: Objetivo profissional para currículo [saiba como preencher corretamente]

Exemplo de modelo de dados pessoais

Ana Maria Lopes Cavalcante

Dados pessoais

Data de nascimento: 13/02/1989  Idade: 30

Estado civil: Divorciada

Nacionalidade: Brasileira

Endereço: R. Conselheiro Brotero, 10, Higienópolis, São Paulo – SP

Telefone fixo: (11) 3421-3421 Celular: (11) 98523-8523

E-mail: anamarialopescavalcante@gmail.com

Perfil do LinkedIn: Ana Maria Lopes Cavalcante (colocar link)

Como colocar os dados pessoais no currículo

A equipe do Oportunidades Profissionais te deseja muita sorte e sugere que você leia os demais textos da categoria dicas profissionais para absorver mais conteúdos que possam ajudá-lo a conquistar uma carreira de sucesso.

Estamos abertos a responder todas as suas dúvidas sobre o artigo, nos comentários abaixo!

5/5 (1 Review)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.