Como fazer um currículo perfeito

Em um mercado cada dia mais dinâmico e competitivo, é indispensável saber como fazer um currículo perfeito e atraente para agregar valor à candidatura e que ainda seja capaz de aumentar consideravelmente as chances do candidato de chamar a atenção dos recrutadores para selecioná-lo para participar de uma entrevista de emprego ou de um processo seletivo de uma vaga almejada.

Mas, para conseguir vencer a concorrência e ser convidado para participar de uma entrevista de emprego o candidato deve fazer um currículo limpo, conciso, com fontes e cores sóbrias para evidenciar apenas suas competências e experiências profissionais. O ideal é que as informações caibam em duas páginas, contudo podem ter até três páginas para os que tem muita experiência ou uma carreira muito longa, e podendo até abranger apenas uma para o caso de profissionais sem experiências.

Para ajudar os profissionais que não sabem como desenvolver um currículo que o destaque e valorize, a redação do Oportunidades Profissionais preparou este artigo com dicas que visam ensinar tudo que é preciso saber para fazer um currículo perfeito e que são válidas para todos os tipos de currículo, começando por aqueles que buscam seu primeiro emprego, passando por aqueles que já estão no mercado de trabalho e indo até aos que fazem muito tempo que não trabalha.

Leia também: Perguntas e respostas da entrevista de emprego [confira as mais frequentes]

Como fazer um currículo: Estrutura ideal

Confira abaixo os campos que você deve colocar na hora de fazer um currículo e na sequência os detalhes de cada um.

  1. Dados pessoais
  2. Objetivo profissional
  3. Resumo de qualificações
  4. Formação
  5. Idiomas
  6. Experiências profissionais (ou informações adicionais se você nunca trabalhou)
  7. Atividades extracurriculares
  8. Cursos

Dados pessoais

No campo de dados pessoais, a grande dica é colocar somente as informações necessárias e tomar cuidado com os excessos, confira abaixo.

Informações necessárias:

  • Nome completo
  • Endereço
  • Data de nascimento
  • Contatos principais (telefone, celular e e-mail)
  • Estado civil

Procure sempre utilizar um e-mail o mais formal possível, que contenha o seu nome, por exemplo: anamaria96@gmail.

Evite e-mails como anamariagatinha@gmail ou qualquer variação que contenha apelidos e gírias.

Devo colocar as redes sociais no currículo?

A única rede social que você deve utilizar no seu currículo é o link do seu perfil no LinkedIn.

Como hoje em dia é muito comum o envio do currículo por e-mail, com o link do perfil fica fácil do recrutador visualizar as suas informações e se conectar com você.

Se você ainda não tem um perfil por lá, trate logo de fazer o seu, é uma excelente ferramenta de networking.

Objetivo profissional

O campo de objetivo profissional serve basicamente para você colocar a área de interesse que você deseja trabalhar, ou o cargo para uma vaga específica.

O importante é que você defina qual delas você vai colocar, vaga específica ou área de atuação.

Se você sabe exatamente a vaga que está se candidatando, coloque o nome da vaga no objetivo profissional. Caso contrário, coloque a área de interesse.

Se você tem mais de uma área de interesse que não tenha relação entre elas, a dica é que você faça um currículo para cada uma delas.

No caso de primeiro emprego, você pode colocar no objetivo a informação “jovem aprendiz”, para ser direcionado para o processo seletivo correto.

Aqui no Oportunidades Profissionais temos um texto completo sobre objetivo profissional, que você pode conferir acessando o link: como colocar objetivo profissional no currículo.

Em nenhuma situação coloque informações genéricas, como “estou a disposição para qualquer vaga disponível” ou “estou a disposição da empresa”.

Resumo das qualificações

O campo de resumo de qualificações deve sempre estar no começo do currículo, logo após o objetivo. É a sua oportunidade de chamar a atenção do recrutador para ler o seu currículo completo.

Destaque de forma resumida as suas competências e pontos fortes, para que o profissional tenha interesse em chamar você para a entrevista de emprego.

A dica para fazer o resumo das qualificações, é usar uma organização em tópicos e que siga uma lógica. Por exemplo:

  • Profissional com ampla experiência em vendas
  • Experiência em lidar diretamente com o cliente final
  • Atuação na loja X com vendas de produtos de alto valor

Procure citar cerca de cinco tópicos para um resumo de qualificações ideal.

No caso do primeiro emprego, como você ainda não tem experiências, foque nas suas competências. Por exemplo:

  • Rápido aprendizado
  • Boa comunicação e relacionamento
  • Facilidade no uso do computador e programas do pacote Office

Formação

O campo formação foi criado exclusivamente para que o profissional coloque informações do seu grau de escolaridade. Destacamos que entram neste campo formações como: doutorado, mestrado, pós-graduação, graduação tecnológica, graduação, ensino médio técnico, ensino médio, ensino fundamental, certificações e extensão universitária.

A informação de formação deve ser apresentada em ordem decrescente, ou seja, da mais recente para a mais antiga, no entanto, não é necessário colocar todos estes dados pois existem casos onde o profissional possui uma formação subsequente que anula a necessidade de exibição citação de ambos.

Exemplo de como estruturar o campo formação, o mais indicado novamente é a organização em tópicos:

  • Nome do curso
  • Instituição de ensino (faculdade, curso técnico, ensino médio ou fundamental)
  • Data de conclusão do curso ou da previsão de conclusão

O profissional que está fazendo uma graduação, porém o curso está trancado também pode citar o curso, caso seja relevante para a candidatura, no entanto o tópico conclusão deverá ser preenchido com a informação de curso trancado e com o ano de previsão de retorno.

Exemplo:

  • Conclusão: Atualmente trancado e com previsão de retorno em x (colocar ano).

Profissionais em transição de carreira também devem colocar suas formações anteriores, mesmo que não atuem mais nas mesmas, para demonstrar a transição e o novo aperfeiçoamento para mudar de área de atuação, também em ordem decrescente da formação.

Idiomas

O campo idiomas deve ser acrescentado por profissionais que possuem o diferencial de compreender e falar outro idioma além do português. Sendo assim, recomendamos sua adição somente em casos onde o profissional possui conhecimento a partir do intermediário, pois o nível básico abrange somente uma leve compreensão do idioma e não garante uma conversação.

A informação sobre o conhecimento em outra língua de ser completa, com dados do idioma de conhecimento, o nível de proficiência, a instituição de ensino e o período, com data de conclusão ou previsão. Em casos que o profissional tenha tido vivência internacional é bem valido citar a informação com o nome do país e o período para agregar maior valor ao conhecimento.

Experiências profissionais

Muita gente acaba errando na hora de preencher o campo de experiências profissionais, informando apenas o cargo, nome da empresa que trabalhou e o período.

Na elaboração de um bom currículo, o campo de experiências profissionais serve para você provar a sua competência e experiência na vaga desejada, fazendo uma correta descrição das funções exercidas e se possível os resultados alcançados.

Descreva como você contribuiu para as empresas que trabalhou, como o seu trabalho ajudou a melhorar os resultados, novamente com a organização em tópicos. Por exemplo:

  • Nome da empresa
  • Cargo
  • Período [mês e ano]
  • Funções [com uma boa descrição]
  • Resultados

Só coloque as informações de “Resultados” caso de fato seja relevante e você possa de fato provar o que foi alcançado.

No caso de estágio, utilize a mesma estrutura citada acima e ao informar o cargo, coloque: “Estagiário em (área de atuação)”.
O currículo ideal precisa ser claro e objetivo, se você possui muitas experiências profissionais, coloque somente as últimas cinco no seu currículo.
Para deixar mais completo, ao final você pode colocar uma observação do tempo que está no mercado de trabalho, áreas de atuações e funções.

Posso colocar trabalhos temporários no currículo?

Pode sim, utilize as mesmas regras e estruturas de experiências profissionais apresentadas acima.

Apenas com uma pequena alteração. Na hora de citar o período, coloque “Trabalho temporário” entre parênteses, logo após informar o mês o ano. Por exemplo:

  • Período: Jan/2018 a Jun/2019 (Trabalho temporário)

Experiência como autônomo pode ser colocada no currículo?

Assim como os trabalhos temporários, se você realizou ou realiza algum trabalho com autônomo, você pode colocar essa informação no currículo no campo de experiências profissionais.

No lugar de informar o nome da empresa e o cargo, coloque “Profissional autônomo” e o restante com a mesma estrutura, com atenção a descrição das funções. Por exemplo:

  • Profissional autônomo
  • Período: Jan/2018 – Atual
  • Funções: Descrição detalhada das funções realizadas
  • Resultados: Se relevante, descrição dos resultados obtidos

E se eu não tiver nenhuma experiência?

Substitua pelo campo de informações adicionais ou complementares, confira: Informações adicionais no currículo.

Ao final do texto você encontra mais dicas para fazer um currículo sem experiência.

Atividades extracurriculares

O campo atividades extracurriculares é destino para colocar atividades positivas que o profissional realiza ou já realizou, em algum momento de sua vida, e que são práticas que contribuem ou contribuíram para a sua formação pessoal e profissional.

Exemplos de atividades:

  • Cursos profissionalizantes
  • Trabalho voluntário
  • Projetos acadêmicos (oficinas de artes, esportes, arte culinária, artesanatos, marcenaria, feiras culturais, entre outras atividade)
  • Intercâmbios
  • Experiência multicultural

Destacamos que o preenchimento deste campo é muito importante para apresentar o esforço do profissional pela busca por melhorias em seu desempenho, pois as atividades extracurriculares visam demonstrar o desenvolvimento de traços comportamentais importantes, como generosidade ou facilidade de comunicação.

Este campo também deve ser organizado em tópicos, pois precisa conter nome da atividade, nome da instituição ou país e período de execução.

Cursos

Os cursos são excelentes para auxiliar o desenvolvimento de habilidades profissionais, pois agregam conhecimento ao profissional e ainda deixa o currículo mais completo, no entanto o profissional deve priorizar colocar informações relevantes e mais atuais possível.

Exemplos de cursos para este campo:

  • Cursos profissionalizantes
  • Workshops
  • Congressos
  • Palestras
  • Treinamentos empresariais
  • Cursos online

O campo cursos também deve ser organizado em tópicos, contendo dados do nome do curso, congresso ou palestrante; o nome da instituição de ensino e a data de conclusão ou carga horário, para cursos online e workshops, ou a data do evento, para congressos e palestras.

Dicas de como fazer um currículo sem experiência

Um currículo sem experiência profissional deve ser feito procurando contornar a falta de experiência do candidato que busca o seu primeiro emprego, de modo que consiga priorizar seus conhecimentos e méritos para causar uma boa impressão junto a empresa contratante e ainda possa destacá-lo como jovem iniciante no mercado de trabalho.

A melhor tática para fazer um currículo sem experiência profissional é apresentar de maneira objetiva as qualidades, os conhecimentos e os méritos conquistados em instituições de ensino, como premiações honrosas escolares ou acadêmicas, que possam tornar o candidato apto para realizar o trabalho para o qual está se candidatando.

Destacamos que informações de estágio, trabalhos temporários, freelances, em empresas júnior ou em empresas familiares também não podem faltar na apresentação de um currículo de candidatos sem experiência, inclusive devem ser exibidas como experiências profissionais, uma vez que tais qualificações são consideradas como competências.

Esse é o guia do Oportunidades Profissionais de como fazer um currículo perfeito. Dúvidas? Utilize os comentários logo abaixo. Considere compartilhar essas dicas nas suas redes sociais, utilizando os botões abaixo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.