Como se tornar um tradutor juramentado no Brasil

O tradutor juramentado é o profissional responsável por fazer traduções de livros, documentos e outros papeis escritos em língua estrangeira, que precisam ser apresentados em juízo ou a qualquer repartição pública federal, estadual, municipal ou entidade mantida, orientada ou fiscalizada pelos poderes públicos.

Essa profissão foi regulamentada por meio do decreto 13.069, de 21 de outubro de 1943, que a estabelece como ofício de Tradutor Público e Intérprete Comercial no território da República. O texto também determina que a profissão só pode ser exercida mediante concurso de provas e nomeação concedida pelas Juntas Comerciais ou órgãos encarregados do registro do comércio.

Se você se interessou pela profissão e deseja saber tudo sobre a mesma, inclusive como se tornar um tradutor juramentado, continue lendo este artigo desenvolvido pela equipe do Oportunidades Profissionais, com todas as informações que um profissional que deseja atuar na área deve saber para ter sucesso na carreira como Tradutor Público e Intérprete Comercial.

Tudo que você precisa saber para se tornar um tradutor juramentado

Primeiramente, vale destacar que a aprovação e nomeação no concurso para tradutor juramentado garante somente a obtenção de um título com um número de registro e matrícula que possibilita, apenas, que o candidato trabalhe como tradutor juramentado no estado onde mora e foi regulamentado.

Ou seja, a aprovação habilita o profissional para exercer a profissão de tradutor juramentado no estado onde mora e foi regulamentado, isso claro, seguindo os valores oficiais determinados nas tabelas definidas de acordo com a junta comercial da localidade.

Vale destacar, no entanto, que o profissional tem que conquistar os seus próprios clientes. 

Requisitos para se candidatar a tradutor juramentado

Para exercer a profissão de Tradutor Público e Intérprete Comercial, vulgo  tradutor juramentado, existem alguns requisitos básicos preestabelecidos no decreto que regulamenta a profissão e que devem ser comprovados junto ao pedido de inscrição do concurso.

Então para fazer a inscrição o candidato precisará, além de ter total domínio da língua em questão, ser cidadão brasileiro nascido ou naturalizado, ter no mínimo 21 anos completos,  não estar sendo processado nem ter sido condenado por crime cuja pena importe em demissão de cargo público, residir à mais de um ano na localidade aonde pretende exercer o ofício e estar em dia com as obrigações militares.

O candidato a tradutor juramentado também deve gostar muito de ler e escrever, pois se trata de uma profissão que tem foco nestas atribuições. No mais, também é uma profissão que abrange diversos termos técnicos, jurídicos e expressões do meio que podem ser abordadas no documento, deste modo é imprescindível que o profissional opte por se especializar em um nicho específico.

Como funciona o concurso para tradutor juramentado

O concurso para tradutor juramentado conta com uma prova escrita, com um texto no idioma estrangeiro, escolhido pelo candidato, que deverá ser traduzido para português e um outro texto em português que deverá ser transcrito no idioma estrangeiro, escolhido pelo candidato, intitulado versão.

Além da prova escrita o concurso também conta com uma prova oral, que exige a leitura da tradução e da versão com argumentação no idioma estrangeiro e em português, isso porque é necessário examinar se o candidato possui o conhecimento e a compreensão das sutilezas e dificuldades de cada uma das línguas.

De acordo com o decreto que regulamenta a profissão de tradutor juramentado, as notas das provas contam com classificação que variam entre 0 e 10, sendo que para ser aprovado e nomeado como Tradutor Público e Intérprete Comercial o candidato deverá ter média igual ou superior a 7.

O que fazer para se tornar tradutor juramentado

Para se tornar um tradutor juramentado não basta apenas saber um idioma estrangeiro, pois é preciso ter conhecimentos técnicos sobre tradução e interpretação.

Atualmente existem muitas opções de cursos de graduação, extensão, pós-graduação e cursos livres com foco em atualização e/ou especialização na área para atender as necessidades que a profissão exige.

Destacamos que o exercício da profissão de tradutor juramentado não exige curso de nível superior, mas um curso na área irá garantir uma base mais sólida e ainda tornará o currículo ou apresentação profissional do tradutor juramentado mais pertinente para atrair clientes.

Em seguida, basta participar do concurso para tradutor juramentado. Entretanto, este tipo de concurso não acontece com muita frequência, pois são feitos em conformidade com a necessidade de cada unidade da federação.

Então é preciso acompanhar as informações sobre os mesmos diretamente na Junta Comercial da sua localidade.

Após passar no concurso e conquistar o título de Tradutor Público e Intérprete Comercial, basta preparar uma apresentação profissional completa com currículo e material de divulgação dos serviços para exposição estratégica em diferentes frentes, online e físico, por meio da sua rede de networking.

Como se tornar um tradutor juramentado no Brasil

Agora que você já aprendeu tudo sobre a carreira de um tradutor juramentado, que tal ler também os demais textos do site na categoria de dicas profissionais, para absorver mais dicas que irão ajudá-los a conquistar o seu sucesso profissional. Estamos abertos a responder todas as suas dúvidas sobre o artigo, nos comentários abaixo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.