Carta de recomendação profissional

Uma carta de recomendação profissional ou carta de referência, como também é conhecida, pode abrir muitas portas para o mercado de trabalho e ainda aumentar consideravelmente as chances dos candidatos junto aos novos empregadores, uma vez que este importante documento permite que a contratante possa conhecer e atestar as competências e experiências profissionais de um candidato.

Ressaltamos, no entanto, que a carta de recomendação profissional deve ser apresentada somente quando solicitada pela empresa contratante, pois nem sempre as empresas solicitam este documento que visa complementar o currículo do candidato ao apresentar a opinião de um profissional conceituado da empresa onde aquele candidato atuou, e ainda fornecer informações sobre as aptidões técnicas e pessoais do mesmo.

Levando em conta que o mercado de trabalho está cada dia mais competitivo, a comprovação de competências e experiências profissionais de um candidato tende a agregar muitos pontos na avaliação final do recrutador, podendo até ser crucial na sua decisão. Sabendo disto o Oportunidades Profissionais preparou este artigo completo sobre carta de recomendação que visa ensinar o que é, como solicitar e como fazer uma carta de recomendação profissional.

Leia também: Como fazer uma carta de apresentação

O que é uma carta de recomendação

Uma carta de recomendação profissional é uma carta não obrigatória, mas de bom tom, que normalmente é redigida e emitida por ex-empregadores de profissionais que foram desligados de empresas onde atuaram, esta carta funciona como um valioso documento que tem o intuito de atestar as competências e experiências profissionais de ex-funcionários, ela também tende a  recomendar as aptidões técnicas e pessoais do profissional.

Este documento pode ser escrito tanto pelo gestor imediato do profissional que está sendo recomendado, o que o tornará mais específico e relevante, quanto pelos setores de recursos humanos ou departamento pessoal da empresa, o que  tona mais genérico, desde que possa ser confirmado por quem escreveu em caso de verificação. Ressaltamos que a assinatura de um supervisor ou diretor tem um peso maior durante uma avaliação.

Como já explicamos no início deste artigo, uma carta de recomendação é muito importante uma vez que serve como documento de referência profissional que é utilizada por empresas contratantes para averiguar, junto ao ex-empregador, que aquele profissional teve uma boa conduta ao longo do contrato de trabalho encerrado, dando a ela maior segurança quanto a contratação daquele candidato.

Carta de recomendação profissional

Leia também: Como colocar o objetivo profissional no currículo

Dicas para solicitar uma carta de recomendação profissional

Antes de solicitar uma carta de recomendação a um ex-empregador o profissional deve ter em mente que este documento contém dados importantes tanto do profissional que está sendo recomendado como de quem está o recomendando, da empresa e de projetos nos quais aquele profissional esteve envolvido, por isso se possível é imprescindível solicitá-la diretamente com um antigo gestor direto.

Outro fator muito importante é solicitar com bastante antecedência, pois escrever uma carta de recomendação demanda tempo e dedicação. Recomendamos ainda que os profissionais façam a solicitação por e-mail, uma vez que uma reunião presencial, exige um agendamento prévio com o ex-gestor, salvo os casos no qual esse processo não prejudique o prazo para a entrega do documento junto a contratante.

Uma outra dica muito importante para solicitar uma carta de recomendação profissional por e-mail é iniciar o texto fazendo uma breve apresentação pessoal e profissional, com citações que possam lembrar o ex-empregador quem é você, pois é muito difícil que um gestor se lembre de todos os ex-colaboradores apenas pelos nomes e cargos preenchidos.

O texto do e-mail deve também falar vagamente sobre a sua candidatura a vaga desejada e explicar um pouco sobre a mesma, para proporcionar uma base para que o seu ex-gestor possa fazer uma carta relevante, em seguida basta fazer o pedido e finalizar o texto agradecendo a disponibilidade do seu ex-chefe e se colocando à disposição para esclarecer qualquer dúvida.

Exemplo de e-mail de pedido de carta de recomendação

Prezado (nome do ex-gestor)

Meu nome é (nome) e trabalhei com o Sr.(a) na (nome da empresa) no período de (data) a (data), exercendo o cargo de (cargo) quando o Sr.(a) foi meu gestor direto.

Estou me candidatando para um emprego de (vaga) na empresa (nome) onde adoraria seguir minha carreira e por isso gostaria de pedi-lo encarecidamente que escreva uma carta de recomendação com uma boa referência profissional para que eu possa encaminhar ao recrutador da (nome da empresa contratante).

Destaco que sua gestão me ajudou a crescer como profissional e graças à oportunidade e experiência que a (empresa) me proporcionou me sinto apto para crescer na carreira. Sou realmente muito grato(a) pelo tempo e energia que dedicou me guiando profissionalmente, e espero que possa escrever minha carta de recomendação.

Anexei uma cópia do meu currículo e um modelo de carta de recomendação.

Desde já agradeço sua atenção e me coloco à disposição para esclarecer qualquer dúvida.

Grato(a), (nome)

Ao fazer o pedido, via e-mail, é bom enviar também ao seu ex-empregador um modelo de carta de recomendação, pois ao proporcionar um modelo pronto que já possui informações pertinentes da vaga para qual você está se candidatando, você agiliza e facilita o processo de produção e ainda garante que a carta de recomendação possa agregar valor à sua candidatura.

Como fazer uma carta de recomendação profissional

Para fazer uma carta de recomendação profissional bem escrita, estruturada e que destaque o profissional que está sendo recomendado, é importante levar em consideração todos os aspectos deste documento, desde a linguagem até a formatação, pois cada detalhe torna o documento mais personalizado, criterioso e específico.

Reforçamos que se trata de um documento formal, sendo assim é fundamental evitar gírias, erros de concordância e de ortografia. Também aconselhamos que os profissionais optem por uma linguagem seria e interpessoal, entretanto, existem situações, especificas, onde cabe o uso de uma linguagem mais informal e afetuosa.

Informações que não podem faltar

  • Conteúdo: período trabalhado, função exercida e atividades desempenhadas.
  • Profissional que está sendo recomendado: capacidades, habilidade e características da personalidade.
  • Profissional que está recomendando um ex-funcionário: nome, cargo e dados de contato (telefone e e-mail).

Ressaltamos que o documento também pode conter informações da empresa referente a projetos nos quais o candidato esteve envolvido.

Este documento objetivo e conciso só não deve conter informações negativas ou que afetem à honra do profissional, pois um conteúdo desfavorável pode acabar sujeitando a empresa a  um processo por danos morais.

Leia também: Como se comportar em uma entrevista de emprego

03 Modelos de carta de recomendação

Seguem 03 exemplos de modelos de carta de recomendação para ajudá-lo a se inspirar a criar um modelo de acordo com o seu perfil e realidade profissional.

Modelo 01

Declaramos que o(a) Sr(a). (nome), inscrito(a) no CPF sob o nº (informar) e no RG nº (informar), é pessoa de meu conhecimento, idôneo(a), correto(a), competente, responsável e pontual, tendo trabalhado para esta empresa no período de (data) a (data), exercendo o cargo de (informar), não constando em nossos registros nada que o(a) desabone, mantendo ao logo do vínculo conduta pessoal e profissional irrepreensíveis.

(localidade), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)
(nome do(a) responsável)
(cargo)
(nome da empresa)
CNPJ (informar)

Modelo 02

O Sr.(a) (Nome), tendo trabalhado em nossa empresa no período compreendido entre (data) e (data), na função de (informar), desempenhou durante este tempo todas as suas atividades de maneira eficiente, demonstrando sua competência profissional, bem como facilidade no aprendizado de novos afazeres e na transmissão dos seus conhecimentos a outros.

Foi demitido devido a uma reestruturação financeira pela qual passou nosso quadro de funcionários, que precisou ser reduzido, nada constando, durante sua passagem pela empresa (nome), que o(a) desabonasse.

Portanto, viemos por meio desta reafirmar nosso entendimento de que são qualidades suas: (informar), (informar), (informar) e (informar), pelo que entendemos ser nossa obrigação recomendá-lo(a) como ótima nova contratação de sua empresa, na qual certamente terá muito a acrescentar.

(localidade), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)
(nome do(a) responsável)
(cargo)
(nome da empresa)
CNPJ (informar)

Modelo 03

Pela presente carta, declaro para os devidos fins que ( nome) trabalhou nesta empresa no período de (data) a (data). Durante esse tempo, trabalhou inicialmente como (cargo), foi promovido ou transferido e passou a trabalhar como (cargo). O colaborador sempre foi muito organizado, simpático no atendimento e demonstrou facilidade em aprender os processos internos de nossa organização.

Demonstrou durante todo esse tempo, ser uma pessoa (informar) e com forte potencial de crescimento. O desligamento do (nome) se dá por restrições orçamentárias e não existe nada que desabone a sua competência e honestidade.

(localidade), (dia) de (mês) de (ano).

(assinatura)
(nome do(a) responsável)
(cargo)
(nome da empresa)
CNPJ (informar)

Destacamos que uma carta de recomendação gera maiores chances no mercado profissional, visto que normalmente a culpa do desemprego daquele candidato não foi gerada pelo empregado, mas sim por problemas internos dos antigos empregadores.

Oportunidades Profissionais espera que este artigo lhe ajude a aumentar a sua probabilidade de ser contratado ao apresentar uma carta de recomendação no seu próximo processo seletivo e sugere que você leia os demais textos do site para absorver mais dicas e garantir uma carreira de sucesso. Estamos abertos a responder todas as suas dúvidas sobre o artigo, nos comentários abaixo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.