Pular para o conteúdo

ProUni: Entenda como funciona e como se inscrever

  • Estudos

Descubra como funciona o ProUni, quem pode participar, como se inscrever e a nota de corte para os principais cursos no programa.

Anúncios

Se você não tem condições de financiar os seus próprios estudos e quer muito cursar o ensino superior para mudar a realidade da sua família, fique tranquilo, existem diversas oportunidades de bolsas de estudo no Brasil

Mas hoje, especificamente, vamos falar sobre o ProUni. Um programa desenvolvido pelo Ministério da Educação que tem como objetivo facilitar o acesso das pessoas de baixa renda ao ensino superior.

Nos próximos parágrafos, vamos detalhar como o ProUni funciona, quem pode participar e como você pode se inscrever para concorrer a uma bolsa de estudos. Faça uma ótima leitura!

Anúncios

Leia também:

ProUni: Entenda como funciona e como se inscrever

O que é e como funciona o ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) criado em 2004 pelo Ministério da Educação (MEC) em conjunto com o governo brasileiro, é uma iniciativa que oferece bolsas de estudos em faculdades particulares para estudantes em situação de vulnerabilidade.

Para participar do programa, o candidato não pode ter diploma superior e precisa ser de baixa renda, afinal, o ProUni tem como objetivo e missão democratizar o acesso ao ensino. 

As bolsas oferecidas aos estudantes são divididas em duas modalidades: integrais, que cobrem 100% do valor da mensalidade, e parciais, que cobrem 50%. Sendo que, a bolsa integral é destinada aos cidadãos que possuem renda familiar bruta de até 1,5 salário mínimo e a parcial para aqueles com renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa.

Entre no nosso grupo do WhatsApp.

Quanto ao processo seletivo, é realizado duas vezes por ano, uma no início do primeiro semestre e outra no segundo semestre letivo.

Atenção: Professores de escola pública podem concorrer às bolsas do ProUni para cursar licenciatura, pedagogia ou normal superior. Nesse caso, não entra em mérito a renda familiar e o diploma já obtido.

Como se Inscrever no ProUni

Para se inscrever no Programa Universidade para Todos (ProUni), é necessário cumprir alguns pré-requisitos, seguir o processo de inscrição e providenciar a documentação necessária.

Pré-requisitos

  • Ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mais recente e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas
  • Não ter zerado a redação
  • Possuir renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 3 salários mínimos
  • Ser Pessoa com Deficiência (PCD)
  • Ser Professor da rede pública de ensino

Processo de Inscrição

O processo de inscrição no ProUni é realizado exclusivamente pela internet, no site oficial do programa, veja:

  1. Acesse o site oficial do Acesso único 
  2. Em seguida, nos Cards da seção “cronograma” procure por “inscreva-se”
  3. Ao clicar, você será redirecionado para o SisProUni
  4. Já na página clique em “entrar com gov.br” e faça login com sua conta (crie sua conta gov.br)
  5. Após fazer o login, o sistema automaticamente irá puxar sua nota do ENEM, confira e preencha os dados restantes, e clique em “salvar e prosseguir”
  6. Agora, basta preencher com todas informações necessárias e seguir as instruções na tela
  7. Parabéns e boa sorte! Para acompanhar a seleção dos candidatos acesse o Portal Único de Acesso.

Documentação Necessária

Se você foi selecionado, saiba que é preciso comprovar as informações prestadas na inscrição. Dessa forma, compareça à instituição de ensino para a qual foi direcionado e apresente a seguinte documentação:

  • Documento de identificação do candidato e dos membros da família
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de rendimentos do estudante e dos familiares
  • Comprovante de conclusão do ensino médio
  • Comprovante de professor da educação básica, quando for o caso
  • Comprovante de deficiência, quando for o caso

Notas de corte do ProUni para os Principais Cursos

  • Ciências Contábeis: 450 a 700 pontos
  • Engenharia Civil: 460 a 750 pontos
  • Medicina: 630 a 780 pontos
  • Arquitetura e Urbanismo: 460 a 750 pontos
  • Educação Física: 450 a 700 pontos
  • Enfermagem: 450 a 705 pontos
  • Fisioterapia: 460 a 710 pontos
  • Administração: 450 a 715 pontos
  • Farmácia: 460 a 730 pontos
  • Direito: 460 a 740 pontos
  • Jornalismo: 470 a 725 pontos
  • Nutrição: 455 a 705 pontos
  • Pedagogia: 450 a 750 pontos
  • Psicologia: 490 a 711 pontos
  • História: 450 a 710 pontos
  • Odontologia: 460 a 720 pontos

Outras opções de bolsa de estudo, além do Prouni

Caso você não seja selecionado pelo programa ou não atenda aos critérios de inscrição, se acalme, existem outras opções de bolsas de estudo.

Uma delas é o FIES, Fundo de Financiamento Estudantil, que financia a graduação de estudantes em instituições privadas. O programa é destinado a estudantes com renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.

Mas, se essa ainda não for uma boa opção para você, existem algumas outras alternativas como o portal Educa Mais Brasil, Pronatec, SISU e a Fundação Estudar.

É importante ressaltar que cada programa tem seus próprios critérios de seleção e inscrição, e que é necessário pesquisar e se informar sobre as opções disponíveis.

Infelizmente, chegamos ao fim do nosso artigo sobre o ProUni e esperamos sinceramente que esse conteúdo tenha sido útil para você!

Saiba que se ainda quiser conhecer outros programas educacionais e descobrir como conseguir bolsa de estudos de outras maneiras, nosso blog tem todas as informações que você precisa.

No mais, em caso de dúvidas, deixe na caixa de comentário abaixo que vamos te ajudar. Obrigado por nos acompanhar e até mais!

1 comentário em “ProUni: Entenda como funciona e como se inscrever”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *