Como colocar trabalho informal no currículo

Com esse artigo o Oportunidades Profissionais vai tirar todas as suas dúvidas sobre trabalho informal, vamos explicar em detalhes como colocar trabalho informal no currículo da maneira correta, para valorizar o seu perfil ao ser avaliado pelo recrutador.

Trabalho informal é toda atividade profissional executada sem registro na carteira de trabalho, seja uma atividade eventual, conhecida como “bico”, uma experiência de trabalho como autônomo ou até mesmo trabalho em empresas sem o devido registro.

Na hora de fazer o seu currículo, esse tempo trabalhando por conta própria ou sem registro pode muito bem ser utilizada para valorizar suas experiências e qualidades profissionais e aumentar as suas chances de ser selecionado para a entrevista, continue a leitura para entender melhor.

É permitido colocar trabalho informal no currículo?

Essa é uma dúvida bem recorrente dos nossos leitores. É permitido colocar trabalho sem registro no currículo? Confira a explicação.

É necessário entender que o currículo é o primeiro contato do recrutador com o candidato, é através dele e das informações corretamente preenchidas que o seu perfil é avaliado para determinada vaga.

Atualmente a grande preocupação das empresas e do profissional de RH, é a real capacidade de um candidato de exercer determinada função.

Portanto é totalmente permitido e muito válido que você coloque toda a sua experiência profissional relacionada a vaga, mesmo que seja com trabalho informal.

Ao ser chamado para a entrevista, você terá a oportunidade de explicar pessoalmente ao recrutador, os detalhes da sua atividade informal, os motivos de não ter essa atividade na carteira de trabalho ou sem foi o caso de um trabalho autônomo.

Não é uma garantia que todos eles considerem essa informação sem a comprovação na carteira de trabalho, mas você pode citar o máximo de referências profissionais para comprovar a sua experiência.

Como colocar no currículo trabalho informal

As informações de trabalho informal devem ser inseridas no campo de experiências profissionais no seu currículo, da mesma maneira que o trabalho com registro na carteira.

A principal diferença é que você não vai colocar o nome da empresa, quando for o caso de uma atividade como autônomo.

Para colocar trabalho informal como autônomo no currículo, utilize o seguinte formato na hora de citar as suas experiências profissionais.

Vamos utilizar como exemplo um profissional que trabalhou como autônomo realizando conserto de smartphones.

  • Profissional autônomo
  • Período: Jan/2019 – Atual
  • Funções: Troca de tela de smartphone, substituição de bateria, recuperação de sistema operacional e descrever todas as outras atividades relevantes
  • Resultados: Sempre que relevante, descrever aqui bons resultados obtidos, que possam ser comprovados

Se você trabalhou em uma empresa, mas sem registro na carteira, você deve substituir a informação de “Profissional autônomo” pelo nome da empresa e acrescente a referência profissional, que possa validar essa informação.

Lembrando que a sua formação não deve ser citada nesse campo, se você por exemplo realizou um curso online de manutenção de celular, essa informação deve ser citada no campo de cursos.

Você encontra muito mais dicas e aumenta e muito as suas chances de ser chamado para a entrevista de emprego no nosso guia que ensina como fazer um currículo perfeito, não deixe de ler.

Como colocar trabalho informal no currículo

Aprendeu como colocar trabalho informal no currículo? Esperamos que sim, qualquer dúvida utilize os comentários. Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais utilizando os botões abaixo para ajudar outras pessoas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.