Aprenda uma forma SIMPLES e RÁPIDA de Retirar Restrição Interna nos Bancos

Está cansado de ter solicitações de cartões de créditos ou financiamentos negados pelo banco, com a afirmativa de que há restrições internas em seu nome?

Quer abrir uma conta, contratar um novo seguro ou mesmo solicitar um serviço financeiro e a resposta é sempre a mesma?

Primeiro de tudo, você precisa entender como funciona essa PRÁTICA ILEGAL. Isso mesmo, ela não pode ser utilizada da forma que eles fazem com você.

Há uma LEI que garante tal prática como ILEGAL, mas claro, eles não querem que ninguém saiba disso!

Segundo a lei, qualquer banco não pode negar o atendimento de seus consumidores por restrição interna.

APENAS, se a restrição for sinalizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito, como: SPC, Serasa ou SCPC Boa vista.

Ou então, através de cheques sem fundo.

Fora isso, você está sendo prejudicado e precisa fazer valer o seu direito.

Como retirar restrição interna dos bancos. Funciona com: Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Santander e Caixa Econômica Federal.

O que os bancos não querem que você saiba?

O que acontece, na realidade, é que os bancos só estão interessados em lucros e assegurar que vão receber pelos serviços prestados.

Para isso, acabam ignorando os meios legais e criando suas próprias leis.

Como estamos falando de muito dinheiro em circulação, o governo faz vista grossa e só há um prejudicado nessa história: o consumidor.

Para ajudar você a ver que estão agindo de má fé com você, prejudicando sua obtenção de crédito e impedindo que você possa realizar seus sonhos, preparamos esse artigo REVELADOR.

Agora você vai entender como as listas internas de restrições funcionam e como você irá conseguir tirar seu nome dela de uma forma muito simples.

Você sabe como as listas internas são formadas? Descubra

Muito provavelmente, você não faz ideia de como as listas de restrições são criadas pelos bancos, mas explicamos para você.

Os bancos fazem, de forma ilegal, consultas em banco de dados, como SCR, CCS, Cadin e CCF que são do Banco Central.

Através desses meios, eles conseguem todas as informações sobre o relacionamento que você já teve com qualquer instituição financeira.

No entanto, a grande maioria das vezes não há nenhum tipo de restrição.

Acontecem alguns atrasos, negociações de pagamento, mas não necessariamente você está com nome sujo.

Através das informações que são colhidas, cada banco cria a sua lista de restrição interna levando em conta as seguintes informações:

  • Pessoas que não pagaram débitos;
  • Pessoas que entraram na justiça por juros abusivos;
  • Ex-clientes que tiveram dívidas já prescrevidas;
  • Pessoas que negociaram ou quitaram suas dívidas com desconto.

Tudo isso é uma forma de punir você, deixando seu nome com pontos a menos.

O que é um ABSURDO, não acha?

Eles acreditam que se, por algum motivo, você já praticou algo descrito acima, é bem provável que você faça de novo, logo isso iria diminuir a margem de lucros deles.

Conclusão: Eles não estão dispostos a emprestar dinheiro a você e nem lhe conceder crédito!!!

…Mas porque eles criam essas listas?

Só existe um motivo para a criação das listas de restrição: recuperar o dinheiro que foi emprestado com uma margem de lucro muito mais alta.

O que eles esperam é trabalhar uma espécie muito camuflada de vantagem. Isso porque, para que eles tirem seu nome dessa lista, você deve pagar de forma INTEGRAL todo o valor pendente, mesmo que tenha sido negociado ou caducado.

Débitos que foram quitados com desconto ou através de parcelamento ligam o sinal vermelho para uma instituição financeira, afinal você fez eles perderem dinheiro.

O que você não sabe é que isso é MENTIRA!

As taxas de juros altíssimas e o valor embutido que eles dão a outros cidadãos já cobre tudo isso.

Fato é que você entra nessa lista de restrição por muito pouco e só pode sair dela se pagar tudo, inclusive, os juros abusivos que eles querem. Isso é uma ação que descumpre a legislação.

Listas de Restrições financeiras são ILEGAIS!!

Nesse momento, você já deve estar ciente por tudo que já foi explicado, do motivo dessas listas de restrições financeiras serem ilegais, mas vale a pena pontuar.

Todo banco ou instituição financeira trabalha dentro de premissas e normas governamentais.

Sendo assim, devem seguir as regras previstas em lei para comercialização de seus serviços.

Restringir a venda por um motivo interno é discriminar o cidadão, a não ser em casos de nome sujo no SPC ou SERASA, ou que esteja com cheques devolvidos. Longe disso, a prática é abusiva.

Quando ela é praticada, torna-se ilegal, violando a moral e o direito de imagem da pessoa, podendo gerar indenização por danos morais.

Não acredite nas justificativas para reprovação de crédito

Você já percebeu que a negativa vem sempre de forma verbal? E nunca por escrito?

Pois é, elas sabem que estão fazendo algo errado, fora da lei, por conta disso, instruem seus funcionários a dar a resposta da tratativa de forma verbal.

Tente pedir um comprovante por escrito para ver como eles vão agir…

Muitas vezes, os bancos alegam que a restrição vem do Banco Central, mas não é verdade.

O bloqueio da concessão de crédito é uma decisão EXCLUSIVA do banco.

Dificilmente, você conseguirá uma declaração por escrito de negação. Já fazem isso para que você não use o documento de forma legal em caso de um pedido de indenização.

Como tirar a restrição interna dos bancos?

Quando você receber uma negação e achar estranho, por seu nome estar limpo, você tem 4 opções:

  1. Entrar com uma ação judicial;
  2. Reclamar em órgãos como o Procon;
  3. Ajuizar ações de obrigação a fazer.
  4. Ler o manual de 3 passos simples para retirar o seu nome da lista de restrição interna de todos os bancos, com alguns procedimentos em pouco mais de 10 minutos.

Tudo o que você precisa é CLICAR AQUI ou na imagem abaixo.

Como tirar o nome do SCR